MBG Drops #56

Feitoria!

MBG da semana chegando com Fane Webber, Gabriel Pinto, Rodrigo de Azevedo e Anderson Kegler deixando pitacos contundentes e relevantes sobre a campanha tricolor na Libertadores.

A vitória contra a PUC do Chile e a classificação para a próxima fase estão também na pauta do programa.

Ouçam e espalhem a palavra do MBG.

Bom demais pra ser verdade

Foram 85 minutos de um BAITA grenal. Jogo jogado, disputado, corrido, intenso e com duas boas atuações dos times. Mas aí, parece que se deram conta que grenal é o maior clássico do mundo e resolveram mostrar para os 2 milhões de espectadores do facebook watch o que é a Libertadores e o que é um GREnal.

Estava bom demais para ser verdade, um jogo em que as duas equipes jogavam pra frente, ora o Grêmio dominando as ações como no início do jogo, ora com o Inter sendo mais incisivo como boa parte do segundo tempo. O Inter foi na Arena e nao ficou se defendendo e talvez isso tenha incomodado o Grêmio que tentou reagir, mas não fez uma partida de excelência. Só para ficar num exemplo, Everton, esteve muito abaixo do que gostaríamos.

Vale destacar a grandiosa atuação do Lucas Silva e os ótimos momentos de Jean Pierre, Matheus e Pepê, antes de toda a confusão.

Depois das expulsões, virou Futebol7. Nesses últimos 10 minutos o Grêmio dominou e criou a melhor chance, chute no travessão em uma assistência do Victor Ferraz para a conclusão Lucas Silva. Mas não foi suficiente para sairmos do 0x0.

Fiquei deveras contente com o jogo em si. Não tanto com a atuação do Grêmio e muito menos ainda com as cenas lamentáveis já quase no final da partida. É preciso distinguir raça e vontade de pancadaria sem cabimento. No saldo disso tudo teremos 3 desfalques na próxima partida da Libertadores. Apesar de serem reservas, Luciano e Pepê entraram bem no jogo ontem. Ainda estou um pouco decepcionado com o outro expulso, Caio Henrique, mas isso fica para outro texto.

É isso, saudamos o empate e o grande jogo. Ficará na história este GREnal e que venham outros.


Gabriel Pinto

Pós jogo Pelotas 0 x 1 Grêmio

O Grêmio dá indícios de encaminhar a classificação no segundo turno do gauchão com certa tranquilidade. Após 2 jogos com vitórias sobre Juventude e Pelotas, a equipe reserva/mixta parece não ter dificuldade para passar pelos adversários, mesmo que corra alguns perigos durante as partidas.

No jogo deste domingo contra o Pelotas, uma equipe completamente reserva se impôs desde o início fazendo um gol logo aos 3 minutos num excelente lançamento do Darlan para o Pepê. O guri domina, carrega na área e chuta na saída do goleiro. 8º gol nas ultimas 11 finalizações do Pepê. Excelente estatística que mostra que o guri tem se aperfeiçoado em definir a jogada de forma correta.

Ponto positivo para a partida do Darlan que mostra cada vez mais que merece vaga no time principal. Daria uma bela dupla com o Matheusinho. Ponto negativo para o Patrick, que, mesmo deslocado na direita não fez boa partida e com inúmeras chances dadas a ele parece não aproveitar e segue sem destaque.

Por último mas não menos importante, ele está de volta: Jean Pierre. Depois de 5 meses fora por lesão, o nosso “camisa 10” voltou a atuar e nos poucos minutos em campo já deu mostras do futebol que o lhe colocou na titularidade ano passado.

Não vai demorar muito pro Renato ter que quebrar a cabeça pra colocar ele, Everton, Pepê + 8 outros jogadores no time titular.

É us guri.


Gabriel Pinto

Idade avançada

Uma das minhas preocupações para a temporada, já deixei isso claro em outros textos, é a idade dos jogadores do GRÊMIO.

No jogo contra o Aimoré, o Maicon (eles não ligam pra gente!) tomou um drible de velocidade do atacante. Aquele drible ali tem nome e sobre nome: idade avançada! Ontem no jogo do #nossointer aconteceu a mesma coisa! Estamos com muitos jogadores velhos no time, me desculpem se são todos craques, mas se teu jogador de 35 não é o Cristiano Ronaldo ele será lento, vai cansar e tomará dribles.

Tenho pena do Matheus Henrique correndo como um desesperado na meia para cobrir Thiago Neves e Maicon! Diego Souza também não terá fôlego para voltar, ou terá? Sei que parece pessimista, mas assim como nas eleições presidenciais, é evidente o problema e quando as consequências acontecerem não adianta reclamar.

Tenho a impressão, só a impressão por enquanto, que depois do desmanche do time de 2017 o GRÊMIO não está achando o prumo e vive de jogadas do Everton e do Pepê, porque vamos falar sério sobre o Alisson: tocar a bola nele é matar a jogada, ou não? Acordei hoje com esse espírito “copero”, mas todo mundo tem seus dias de Sincerinha a Estrela! Acho que o GRÊMIO contratou bem, mas teria contratado melhor se tivesse contratado só um jogador mais velho, o Thiago, no meu entender. Mas vá saber… 

Era isso, mais cornetas em breve.

Anderson Kegler