Hoje tem GRÊMIO x Flamengo

Ano passado fomos vencidos pelo Flamengo na Libertadores de forma acachapante!

Quem não lembra? 5×0 foi um massacre, porém, na modesta opinião deste que vos fala, foi um jogo atípico. Tudo deu certo para eles e nada pra nós. O que realmente perturbou foi o jogo do brasileirão na Arena. O Flamengo veio com os reservas, veio visivelmente desinteressado e nos venceu por 1×0. O GRÊMIO precisava daquela vitória para lavar a alma, mas não venceu.

Foi ali que pela primeira vez desconfiei do trabalho do clube. Ali eu fiquei “tá. mas nem dos reservas?”. Acredito que desde 2016 ou 2017 o GRÊMIO vem contratando mal e diminuindo sua capacidade técnica e tática.Talvez o Orejuela seja o primeiro acerto em anos. O jogo de hoje terá como pano de fundo um Flamengo em reestruturação e um GRÊMIO que precisa da vitória para não ficar já na 4ª rodada distante demais do líder.

Será um confronto difícil, mas o que me incomoda é que VALE OS MESMOS 3 PONTOS QUE VALIA O JOGO COM O CEARÁ!!!!!!!! Não consigo entender como ainda não perceberam que não importa de quem se vence no brasileirão, tudo vale a mesma coisa. 3 pontos! Se perdermos hoje, não será diferente de perder para o inter ou para o ASA de Arapiraca.

O campeonato de pontos corridos está posto faz 17 anos e o GRÊMIO ainda não entendeu. Lá no fim do campeonato, quando o líder estiver 257 pontos na frente, faltando 4 rodadas virão as tradicionais desculpas de que pobre não dá sorte na vida, de que é longe, de que tem muitos jogos, de que precisa de plantel, de que falta dinheiro… Não estou dizendo que temos obrigação de ganhar o brasileiro, só estou dizendo que nós perdemos quase todas as vezes para nossa inacreditável incompetência administrativa. 

Estão todos autorizados a discordar, mas duvido que tenham argumentos. Vamos torcer para uma vitória hoje, no jogo mais difícil até agora, pois precisamos compensar os pontos perdidos.


Anderson Kegler

MBG Analisa – O Retorno

Saudações tricolores!!

O MBG Analisa está de volta depois de muito tempo e neste retorno vamos de um novo formato: Podcast.

O programa vai trazer números, estatísticas, análises de performance num modelo mais analítico sem perder a cornetinha básica característica. Nesse primeiro programa da volta, a pauta são os números do Grêmio na história do Campeonato Brasileiro.

Ouçam, comentem e espalhem a palavra do MBG.

Mesa de Bar do Grêmio #336

Falaaaa galera tricolor!

Edição completa do MBG chegando com Rodrigo de Azevedo, Fane Webber, Gabriel Pinto e Anderson Kegler.

Na pauta desse programa tem tudo sobre o GREnal da final do segundo turno. Comentários pertinentes sobre a grande vitória e também sobre a despedida do Éverton.

Ainda falamos de Gauchão, da estreia do Brasileirão e aquela corneta final de despedida do André.

Ouçam e espalhem a palavra do MBG.

Tenho que admitir

Não dá pra negar e brigar com os fatos sempre, é preciso ter coragem e admitir quando você tem que dar razão para o outro. E nesse caso, quem tem que admitir e dar razão sou eu.

Admito: Não gosto desse modelo de jogo do Grêmio de circular a bola sem criatividade e ela eventualmente ir pra área achar o centr0avante. Mas…. Tá dando certo. Então, não brigo com os fatos e dou o braço a torcer para o Renato e principalmente para Diego Souza.

O jogador vem fazendo aquilo que se esperava dele, gols. Artilheiro isolado, parece estar sempre no lugar certo, na hora certa. No jogo pequeno, no Grenal, no início do Brasileirão.

E se tá dando certo, até colocar o guri Isaque fora de posição parece funcionar. Ele não vinha tão bem na partida, mas o posicionamento avançado em um ataque fez com que ele dentro da área desse a “assistência” para Diego SHOWZA fazer o gol da vitória na estreia.

O próximo jogo é lá em Fortaleza, contra o Ceará, na quarta. Não tem tempo para treinar e provavelmente seguiremos na DIEGODEPENDÊNCIA por uns bons meses. Que ele siga marcando e nos dando alegrias, que eu seguirei calando minha boquinha sem problema algum.


Gabriel Pinto

Baile de despedida

Sabe aquela sensação de dever cumprido e que você só tá esperando o desfecho da melhor maneira possível? Pois é. Certamente é isso que deve ter passado na cabeça do Everton antes do jogo. E deu tudo certo no fim.

Talvez tenha faltado o gol para coroar mais uma grande atuação do camisa 11 tricolor. Foram praticamente 2 assistências, teve caneta, chapéu e pra fechar com chave de ouro: braçadeira de capitão e levantamento de taça.

Tudo isso num GREnal.

A entrevista pós jogo só mostrou o quanto o guri respeitou o clube e honrou demais a camisa gremista. Sai com tudo, vai por cima, deixa carisma, títulos e muita corneta no rival.

Valeu, Everton Cebolinha. Tu é grande demais nesse Grêmio.


Gabriel Pinto

MBG Drops #52

Feitoria!!

MBG Drops da semana chegando com Fane Webber na ancoragem, com pitacos de Anderson Kegler, Gabriel Pinto, e Junior Maicá.

Na pauta a classificação para a final do segundo turno no Gauchão e MAIS UM CLÁSSICO GREnal pela frente.

Ouça, espalhem e fortaleçam a palavra do MBG.

MBG Drops #51

Feitoria!

Drops da semana chegando com Fane Webber comandando o programa com o time de pitaqueiros Anderson Kegler, Gabriel Pinto e Bruno Dornelles.

Na pauta, comentários sobre o empate contra o Ypiranga e a sequência do Gauchão.

Ouçam e espalhem a palavra do MBG.

Mais do mesmo

O empate em 1×1 diante do Ypiranga nesse último domingo, mostrou mais do mesmo do Grêmio. Um time que ainda não apresenta o entrosamento ideal, que não cria nada novo e não surpreende.

Os números do jogo mostram o que foi a partida. Um Grêmio dominante com a bola, jogando quase o tempo todo no campo do adversário mas com o mesmo problema de antes da pausa. A falta de criatividade.

Talvez seja hora de admitir que não veremos mais aquele Grêmio de 16 e 17 envolvente e construtivo, que por mais que houvesse um padrão, havia algo que desconcertava e abria as defesas adversárias. O Grêmio de 20 é esse. Rodando a bola, procurando espaços e tentando achar uma bola na área pro Diego Souza fazer os gols. Porque é exatamente isso que ele faz. Gols. Nada mais em campo. E se a bola não chegar nele, aí o Grêmio depende da casualidade, como foi no Grenal.

Por outro lado, o espaçamento no largo campo do time gremista, mostra os espaços defensivos e aí Ypiranga, com apenas uma tentativa, foi lá e conseguiu o gol. Mérito do jogador que acertou uma bucha da intermediária, mas há de se ressaltar o espaço deixado para o arremate adversário.

Foto: Max Peixoto

Ofensivamente, temos um centroavante que é capaz de decidir e empilhar gols, já defensivamente temos uma dupla de zaga que não requer comentários, por isso o “mais do mesmo” tem me incomodado, não é o que eu gostaria de ver. Mas entendo e torço para que dê certo esse método escolhido.

Seguimos.


Gabriel Pinto

MBG Drops #50

Feitoria!!
Edição de número 50 do drops do MBG para falar de GREnal. Para falar da volta do gauchão em meio a uma pandemia e mais uma vitória do tricolor.

Fane Webber, Gabriel Pinto, Anderson Kegler, Rodrigo de Azevedo e Bruno Dornelles deixam seus pitacos sobre a partida e o contexto da volta do campeonato.

Ouçam, comentem e espalhem a palavra do MBG.

Mesa de Bar do Grêmio #334

Faaaala galera tricolor!!

MBG #334 oriundo de uma LIVE. Isso mesmo, após fazermos uma live no youtube para falar abobrinhas por quase duas horas, editamos e trazemos o podcast deste início de julho.

Ainda sem futebol oficialmente, elaboramos uma pauta especial para o programa:

  • Top 5 gols do Patrício
  • Saudades de Luan Guilherme
  • Vestimentas e looks de Renato Portaluppi
  • Corneta desenfreada no Marketing tricolor

Nessa gravação temos Rodrigo de Azevedo na âncoragem, Gabriel Pinto, Fane Webber e Anderson Kegler nos pitacos e ainda a participação dos padrinhos que acompanharam a live.

Fiquem em casa e espalhem a palavra do MBG.

Intensidade contra as favoritas

Ontem tive a oportunidade de acompanhar as #guriasgremistas no jogo contra o Santos pela TV.

Temos que dar os parabéns pra Band que está transmitindo o futebol feminino e bem provavelmente por causa do Santos, passaram o jogo. Mas também não podemos deixar de lamentar o horário do certame: 14 horas. Num domingo de sol em Novo Hamburgo. Nem é preciso se alongar pra dizer que o futebol perde qualidade nessas condições.

Dentro de campo o que vi foi um Grêmio bastante seguro e intenso na marcação, não dando espaço para as meninas santistas. Ainda no primeiro tempo tivemos um chutaço na trave com a Pri e um certo controle de jogo. No segundo tempo a história mudou um pouco e o time foi cansando, deixando mais espaços e acabou dando dois vacilos fatais. No primeiro, um escanteio que a Ju Oliveira foi enganada pela bola e cabeceou contra o gol. O 1 a 0 contra pesou no ombro das jogadoras e num vacilo em um lateral, deixaram espaço para a atacante santista conduzir pelo meio e acertar um chute de fora da área. Golaço e 2 a 0 pro Santos.

O Grêmio teve chances de gol, tinha até um certo espaço na defesa santista, mas parece que faltou um pouco mais de qualidade e experiência para pelo menos ter segurado o empate contra um time favorito do campeonato.

Não dá pra tocar a corneta nesse time ainda em formação, com pouco apoio e muita vontade. O Santos é favorito ao título e ter segurado com boas condições por quase 70 minutos de jogo já pode ser visto com bons olhos e tomarmos lições positivas.

A corneta a gente pode tocar no clube Grêmio mesmo, que praticamente quase 24h horas depois do jogo ainda não tem uma noticiazinha sequer no site oficial. Enquanto estava escrevendo esse texto fui atrás da ficha técnica do jogo e só encontrei no site do Santos. Uma pena que o Grêmio seja pequeno demais pra isso.

Seguimos.


Gabriel Pinto

Mesa de Bar do Grêmio #332

Fala galera tricolor!

MBG #332 chegando de forma triste com o falecimento de Valdir Espinosa. Fica aqui nossa solidariedade com a família tricolor.

No programa de hoje, Rodrigo de Azevedo comanda com as participações presenciais de Fane Webber, Anderson Kegler e Bruno Dornelles. Por EAD, Gabriel Pinto manda seu pitaco sobre a gestão de futebol.

Na pauta do programa a gestão tricolor, as finanças, clube-empresa e outros quetais burocráticos. Arena, gramado, presidência e cornetas em distribuição.

Ouçam e espalhem a palavra do MBG.

MBG Drops #45

Ô abre alas que o MBG vai passar.

Rodrigo de Azevedo comanda o programa tão curto e grosso quanto o Grêmio para falar da derrota na final do primeiro turno. Convidamos Fred Fagundes e Anderson Kegler que rapidamente deixam seus pitacos sobre a patética partida do tricolor.

Ouçam, comentem e espalhem a palavra do tricolor.

Recomeçar

É difícil tomar a decisão de recomeçar. Hesitamos na maioria das vezes por achar que o recomeço tem a ver com alguma frustração anterior e parte-se para uma nova tentativa.

Recomeçar um blog. Sobre o Grêmio. Depois de muito tempo parado. Será?

Mas cá estamos. Para um novo começo. Acompanhar o tricolor na forma de textos, novamente. Expôr aqui o que pensamos e o que acreditamos no clube que torcemos. Seguiremos abrindo espaço para o torcedor, continuaremos a dedicar nossos preciosos minutos para colocar pra fora a opinião, nem sempre modesta, sobre o nosso Grêmio.

Divulgaremos, ouviremos, publicaremos o que for relevante, oportuno, gratificante, elegante. Até a pé nos iremos, para o que der e vier, de novo.

Saudações tricolores. Sempre Imortal.