MBG DROPS #41

Inúmeros cantos e zikas já foram proferidos pelas torcidas de diferentes clubes do Brasil e do Mundo. Os “eu acredito” estão espalhados por vários lugares e não possuem uma patente registrada, mas quem “acredita” está em busca de um milagre e de algo que reverta a lógica e isso não se aplica em um jogo como esse de volta pela Libertadores da América contra o Palmeiras. Não é a busca de um milagre que fez a equipe tricolor embarcar ao campo municipal paulistano. Não queremos nada sobrenatural nesse jogo, queremos apenas a justiça. Um reparo histórico e contemporâneo. Histórico porque a camisa tricolor não triunfou nesse estádio. Contemporâneo porque a derrota na partida de ida ela tem que ser superada no lugar em que o Grêmio sabe melhor se fazer presente e mortal, no campo.

Não sera fácil, entretanto. É um jogo de vontade e que nossa vontade e força de vontade prevaleça.

Que nossa sede por vitória e nosso desejo por seguir vivos nos leve mais longe que a capital paulista.

Que sejamos Grêmio. Esse Grêmio e não um outro Grêmio, pois esse Grêmio já se provou digno de se valer por si só. Então Grêmio, seja Grêmio. Maicon, seja Maicon. Geromel, seja Geromel. Everton, seja Everton. E assim por diante.

Voltamos semana que vem com o programa regular, hoje é drops. Obrigado, Bruno Dornelles e Fred Fagundes pelas participações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *