Mesa de Bar do Grêmio #319

O Garçom vê o grupo chegando e já prepara a cerveja preferida. Os clientes são conhecidos e sempre se juntam para discutir calorosamente questões relacionadas ao futebol e ao Grêmio. Separa para eles a mesa de sempre, perto da tv de sempre. “Time que está vendendo não se mexe”, lembra o freguês.

Esse é o clima de papo gremista de Rodrigo Azevedo, Fane Webber e Débora Capellarri. Mesmo que a pauta seja um agenda fraca com vitória em cima do Santos fora.

Mesa de Bar do Grêmio #318

Valorizando o campeonato de pontos corridos, esse que nunca abandonamos (#sqn) comentamos o belo jogo contra o Goiás, aniversário do Grêmio, novo uniforme e a partida vindoura contra o Santos.

No programa de hoje, Rodrigo Azevedo deve tentar controlar um cantor de ópera amador (Fane Webber), uma caminhoneira insone (Débora Cappelarri) e um trompetista esportivo (Gabriel Pinto), não foi uma tarefa fácil, mas o resultado está no seu Feed e no player abaixo.

Ouça e compartilhe.

Mesa de Bar do Grêmio #317

O programa mais triste de todos os tempos. O programa que ninguém queria gravar. O programa que vai mostrar o que temos de pior.

“Na boa te corneto, na ruim muito mais” (Autor Desconhecido).

Rodrigo Azevedo está triste, Fane Webber desolado e a menina Débora Cappellari não consegue mais ficar serelepe. E você, amigo e ouvinte, está junto conosco nessa síndrome de Estocolmo que o futebol cria. Ouvindo o podcast e criando esperanças.

Ouça e compartilhe.

Mesa de Bar do Grêmio #316

“Para quem torceu a favor “obrigado pela torcida” e para quem torceu contra “boa noite”.

Estamos na semifinal da Copa Libertadores da América. Próximo desafio, Flamengo.

Mas antes, Copa do Brasil. Segunda partida em Curitiba contra o Athletico, vantagem gremista por dois gol no jogo de ida. E é essa a missão da semana.

No programa, Rodrigo Azevedo, Débora Capellarri e Fane Webber – com uma internet bem merda. Ouça e compartilhe.

MBG DROPS #41

Inúmeros cantos e zikas já foram proferidos pelas torcidas de diferentes clubes do Brasil e do Mundo. Os “eu acredito” estão espalhados por vários lugares e não possuem uma patente registrada, mas quem “acredita” está em busca de um milagre e de algo que reverta a lógica e isso não se aplica em um jogo como esse de volta pela Libertadores da América contra o Palmeiras. Não é a busca de um milagre que fez a equipe tricolor embarcar ao campo municipal paulistano. Não queremos nada sobrenatural nesse jogo, queremos apenas a justiça. Um reparo histórico e contemporâneo. Histórico porque a camisa tricolor não triunfou nesse estádio. Contemporâneo porque a derrota na partida de ida ela tem que ser superada no lugar em que o Grêmio sabe melhor se fazer presente e mortal, no campo.

Não sera fácil, entretanto. É um jogo de vontade e que nossa vontade e força de vontade prevaleça.

Que nossa sede por vitória e nosso desejo por seguir vivos nos leve mais longe que a capital paulista.

Que sejamos Grêmio. Esse Grêmio e não um outro Grêmio, pois esse Grêmio já se provou digno de se valer por si só. Então Grêmio, seja Grêmio. Maicon, seja Maicon. Geromel, seja Geromel. Everton, seja Everton. E assim por diante.

Voltamos semana que vem com o programa regular, hoje é drops. Obrigado, Bruno Dornelles e Fred Fagundes pelas participações.

Mesa de Bar do Grêmio #315



Feitoria, torcedores gremistas. Todos apreensivos para a Libertadores? Se você não está, você está errado. É um evento que não permite tranquilidade.

Muita história está em jogo, como bem lembra Rodrigo Azevedo. Fane Webber e Débora Cappellari torcem por um Palmeiras que sinta a pressão da partida.

É jogo grande.

Apoie o MBG no Padrim e compartilhe com seus amigos!



Mesa de Bar do Grêmio #314

O Grêmio entra em campo buscando impor seu ritmo e criar sua poesia em mais uma partida importante da Copa do Brasil. É a Semi-Final e o torcedor já está vislumbrando um futuro bom. Seja como for, o trabalho não sera fácil e o tricolor deve jogar com extrema seriedade.

Nessa edição do podcast Mesa de Bar do Grêmio você encontra: Rodrigo Azevedo tentando ser otimista, Fane Webber improvisando rap e iniciando um ode ao áudio de zap e Débora Cappellari sendo tomada pelo pessigremismo serelepe.

Sendo como for, obrigado a você que escuta o MBG e apoia nosso projeto. Divulgue para os amigos e torça com a gente!

Fortaleça o podcast Mesa de Bar do Grêmio sendo um padrinho. À partir de R$1,00 por mês você já pode contribuir com o podcast oficial da torcida gremista. Acesse www.padrim.com/mbg e colabore.

Mesa de Bar do Grêmio #313

Edição 313. Classificados para as Quartas-de-Final e com um empate estranho, para dizer o mínimo, contra a Chapecoense.

Rodrigo Azevedo, Fane Webber e Débora Cappellari falam e discutem sobre essas semana do Grêmio. Ouça e compartilhe.



Acompanhe o MBG nas redes sociais e espalhe a palavra para os amigos ou inimigos, o importante é ouvir!


Fortaleça o podcast Mesa de Bar do Grêmio sendo um padrinho. À partir de R$1,00 por mês você já pode contribuir com o podcast oficial da torcida gremista. Acesse www.padrim.com/mbg e colabore.



Mesa de Bar do Grêmio #312

Se por um lado a vitória em casa na Libertadores foi um deleite, o empate fora no campeonato brasileiro cria uma dor de cabeça que já parece crônica no torcedor mais pessimista.

Se a equipe principal possui talentos e pensamento de como jogar, a reserva não sabe como se posicionar em campo e as individualidades parecem poucos inspiradas.

Rodrigo Azevedo é o maestro na edição 31 com a Orquestra Podcastal de Cornetas, composta por Fane Webber na Corneta Barítona e Débora Cappellari em corneta alta.

Acompanhe o MBG nas redes sociais e espalhe a palavra para os amigos ou inimigos, o importante é ouvir!


Fortaleça o podcast Mesa de Bar do Grêmio sendo um padrinho. À partir de R$1,00 por mês você já pode contribuir com o podcast oficial da torcida gremista. Acesse www.padrim.com/mbg e colabore.

Mesa de Bar do Grêmio #311

Voltamos! Sim, voltamos. Desculpa quem não queria, mas voltamos. Desculpas aos que sentiram saudades, mas voltamos. Desculpa pela ausência, mas – finalmente – voltamos. E voltamos porquê? Voltamos, oras, porque somos de voltar. Somos apegados ao que a volta proporciona, somos apegados ao programa e, principalmente, somos apegados ao Grêmio.

Rodrigo Azevedo volta e apresenta junto de Fane Webber e Débora Cappellari a edição de número 311. A primeira edição do segundo semestre. Depois da pausa da Copa América.

Superamos problemas de saúde e abandonamos o repouso para insistentemente e ousadamente falar verdades e meia-verdades sobre o Grêmio. Tanto o masculino e sua Copa do Brasil, Grenal e Libertadores, quanto o feminino e sua comemorada volta à elite do futebol feminino.

Enfim, voltamos. Voltamos com tudo. Voltamos com raiva e fome. Que isso inspire alguns em serem famintos por futebol também.

Acompanhe o MBG nas redes sociais e espalhe a palavra para os amigos ou inimigos, o importante é ouvir!

Agradecimentos especiais aos Padrinhos do MBG que dão suporte ao podcast. Todos possuem acesso ao divertido grupo no What’sApp e participar do bolão.