Baile de despedida

Sabe aquela sensação de dever cumprido e que você só tá esperando o desfecho da melhor maneira possível? Pois é. Certamente é isso que deve ter passado na cabeça do Everton antes do jogo. E deu tudo certo no fim.

Talvez tenha faltado o gol para coroar mais uma grande atuação do camisa 11 tricolor. Foram praticamente 2 assistências, teve caneta, chapéu e pra fechar com chave de ouro: braçadeira de capitão e levantamento de taça.

Tudo isso num GREnal.

A entrevista pós jogo só mostrou o quanto o guri respeitou o clube e honrou demais a camisa gremista. Sai com tudo, vai por cima, deixa carisma, títulos e muita corneta no rival.

Valeu, Everton Cebolinha. Tu é grande demais nesse Grêmio.


Gabriel Pinto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *