Mesa de Bar do Grêmio #336

Falaaaa galera tricolor!

Edição completa do MBG chegando com Rodrigo de Azevedo, Fane Webber, Gabriel Pinto e Anderson Kegler.

Na pauta desse programa tem tudo sobre o GREnal da final do segundo turno. Comentários pertinentes sobre a grande vitória e também sobre a despedida do Éverton.

Ainda falamos de Gauchão, da estreia do Brasileirão e aquela corneta final de despedida do André.

Ouçam e espalhem a palavra do MBG.

Tenho que admitir

Não dá pra negar e brigar com os fatos sempre, é preciso ter coragem e admitir quando você tem que dar razão para o outro. E nesse caso, quem tem que admitir e dar razão sou eu.

Admito: Não gosto desse modelo de jogo do Grêmio de circular a bola sem criatividade e ela eventualmente ir pra área achar o centr0avante. Mas…. Tá dando certo. Então, não brigo com os fatos e dou o braço a torcer para o Renato e principalmente para Diego Souza.

O jogador vem fazendo aquilo que se esperava dele, gols. Artilheiro isolado, parece estar sempre no lugar certo, na hora certa. No jogo pequeno, no Grenal, no início do Brasileirão.

E se tá dando certo, até colocar o guri Isaque fora de posição parece funcionar. Ele não vinha tão bem na partida, mas o posicionamento avançado em um ataque fez com que ele dentro da área desse a “assistência” para Diego SHOWZA fazer o gol da vitória na estreia.

O próximo jogo é lá em Fortaleza, contra o Ceará, na quarta. Não tem tempo para treinar e provavelmente seguiremos na DIEGODEPENDÊNCIA por uns bons meses. Que ele siga marcando e nos dando alegrias, que eu seguirei calando minha boquinha sem problema algum.


Gabriel Pinto

Baile de despedida

Sabe aquela sensação de dever cumprido e que você só tá esperando o desfecho da melhor maneira possível? Pois é. Certamente é isso que deve ter passado na cabeça do Everton antes do jogo. E deu tudo certo no fim.

Talvez tenha faltado o gol para coroar mais uma grande atuação do camisa 11 tricolor. Foram praticamente 2 assistências, teve caneta, chapéu e pra fechar com chave de ouro: braçadeira de capitão e levantamento de taça.

Tudo isso num GREnal.

A entrevista pós jogo só mostrou o quanto o guri respeitou o clube e honrou demais a camisa gremista. Sai com tudo, vai por cima, deixa carisma, títulos e muita corneta no rival.

Valeu, Everton Cebolinha. Tu é grande demais nesse Grêmio.


Gabriel Pinto

MBG Drops #52

Feitoria!!

MBG Drops da semana chegando com Fane Webber na ancoragem, com pitacos de Anderson Kegler, Gabriel Pinto, e Junior Maicá.

Na pauta a classificação para a final do segundo turno no Gauchão e MAIS UM CLÁSSICO GREnal pela frente.

Ouça, espalhem e fortaleçam a palavra do MBG.

MBG Drops #51

Feitoria!

Drops da semana chegando com Fane Webber comandando o programa com o time de pitaqueiros Anderson Kegler, Gabriel Pinto e Bruno Dornelles.

Na pauta, comentários sobre o empate contra o Ypiranga e a sequência do Gauchão.

Ouçam e espalhem a palavra do MBG.

Mais do mesmo

O empate em 1×1 diante do Ypiranga nesse último domingo, mostrou mais do mesmo do Grêmio. Um time que ainda não apresenta o entrosamento ideal, que não cria nada novo e não surpreende.

Os números do jogo mostram o que foi a partida. Um Grêmio dominante com a bola, jogando quase o tempo todo no campo do adversário mas com o mesmo problema de antes da pausa. A falta de criatividade.

Talvez seja hora de admitir que não veremos mais aquele Grêmio de 16 e 17 envolvente e construtivo, que por mais que houvesse um padrão, havia algo que desconcertava e abria as defesas adversárias. O Grêmio de 20 é esse. Rodando a bola, procurando espaços e tentando achar uma bola na área pro Diego Souza fazer os gols. Porque é exatamente isso que ele faz. Gols. Nada mais em campo. E se a bola não chegar nele, aí o Grêmio depende da casualidade, como foi no Grenal.

Por outro lado, o espaçamento no largo campo do time gremista, mostra os espaços defensivos e aí Ypiranga, com apenas uma tentativa, foi lá e conseguiu o gol. Mérito do jogador que acertou uma bucha da intermediária, mas há de se ressaltar o espaço deixado para o arremate adversário.

Foto: Max Peixoto

Ofensivamente, temos um centroavante que é capaz de decidir e empilhar gols, já defensivamente temos uma dupla de zaga que não requer comentários, por isso o “mais do mesmo” tem me incomodado, não é o que eu gostaria de ver. Mas entendo e torço para que dê certo esse método escolhido.

Seguimos.


Gabriel Pinto

MBG Drops #50

Feitoria!!
Edição de número 50 do drops do MBG para falar de GREnal. Para falar da volta do gauchão em meio a uma pandemia e mais uma vitória do tricolor.

Fane Webber, Gabriel Pinto, Anderson Kegler, Rodrigo de Azevedo e Bruno Dornelles deixam seus pitacos sobre a partida e o contexto da volta do campeonato.

Ouçam, comentem e espalhem a palavra do MBG.

Ganhar GREnal sempre é bom

Apesar de todo o contexto, não dá pra negar que ganhar GREnal sempre dá uma sensação de alívio e orgulho.

Foi um jogo estranho, ao meu ver. Corrido, brigado e truncado como geralmente são os GREnais, mas ontem estava meio nebuloso, com uma torcida virtual, com aquele gramado ruim e com uma transmissão de tv pior ainda. No campo, a superioridade do Grêmio, veio à tona apenas no resultado, mantendo uma série de invencibilidade nos últimos clássicos e que nos anima por estarmos no “alto da gangorra”. Mas o jogo fluído do Grêmio ainda não é perto daquilo que acho melhor. A entrada de Darlan no intervalo foi fundamental pra dar mais mobilidade ao meio de campo, Maicon hoje, tem que ser reserva.

Guilherme Guedes fez uma ótima estreia e não deu nem tempo de lembrar que perdermos Caio Henrique. Se sou o Renato, mantenho o guri como titular na lateral esquerda.

Everton, apesar de ter perdido o Pênalti, segue sendo o diferencial do time. Matheus Henrique cada vez melhor, Alisson corre, se entrega, marca, passa… Mas o Pepê continua pedindo espaço. Jean Pierre mostrou o que sabe. É us guri.

Diego Souza nem sei o que tá fazendo ali. É hora de rever essa titularidade. O time tá abusando de chutões e saídas de bolas longas pra tentar explorar a força do jogador, mas não é essa a maneira que chegamos no melhor futebol já jogado.

Esse GREnal não valeu praticamente nada, foi um amistoso de luxo, mas que rendeu mais uma vitória e confiança para o time começar bem o Brasileirão. Que sigamos melhorando para, quem sabe, no meio desse contexto todo de 2020, não tenhamos algo para celebrar ao final do campeonato.


Gabriel Pinto

A insegurança e a incerteza

Está marcado a volta do Campeonato Gaúcho para esta quarta feira. E nada menos do que um GREnal para atacar nossos corações.

Tenho duas dúvidas sobre essa volta, ao meu ver precipitada, que pairam no campo da subjetividade. A insegurança e a incerteza.

A insegurança com relação a saúde dos atletas e demais envolvidos em um jogo de futebol. Desde o gândula até o presidente do clube. Quantas pessoas vão estar de alguma forma inserida dentro de uma partida de futebol para se garantir que não haja nenhum tipo de perigo para o contágio do coronavirus? O controle será eficaz ou veremos os mesmos problemas de fiscalização que vemos na sociedade como um todo? Basta lembrar que o futebol está inserido nesse contexto e não é um mundo a parte.

A incerteza do que vai acontecer dentro de campo nesse retorno. Atletas desgastados, com pouco ritmo de jogo e com o ânimo ainda em construção. Será que veremos um Grêmio dominante, com troca de passes e pressão na saída como víamos ou será uma espécie de continuação daquele Grêmio errante antes da parada, com pouco introsamento e menos intenso do que gostaríamos.

Será um GREnal que não responderá nenhuma das minhas duvidas, mas teremos que acompanhar e torcer para que o Grêmio e saúde de todos saiam vencedores.


Gabriel Pinto

Mesa de Bar do Grêmio #334

Faaaala galera tricolor!!

MBG #334 oriundo de uma LIVE. Isso mesmo, após fazermos uma live no youtube para falar abobrinhas por quase duas horas, editamos e trazemos o podcast deste início de julho.

Ainda sem futebol oficialmente, elaboramos uma pauta especial para o programa:

  • Top 5 gols do Patrício
  • Saudades de Luan Guilherme
  • Vestimentas e looks de Renato Portaluppi
  • Corneta desenfreada no Marketing tricolor

Nessa gravação temos Rodrigo de Azevedo na âncoragem, Gabriel Pinto, Fane Webber e Anderson Kegler nos pitacos e ainda a participação dos padrinhos que acompanharam a live.

Fiquem em casa e espalhem a palavra do MBG.